SMData

A melhor performance para seus dados

  • Home >
  • Você confia em seus dados?

Você confia em seus dados?


“Não se faz gestão sem números” esta frase é um tanto óbvia e você já deve ter falado ou ouvido diversas vezes, pois bem… se já sabemos isto há tempos, porque é tão difícil gerar KPIs confiáveis?

Você já precisou consolidar diversas planilhas em Excel, extrair dados de sistemas legados, padronizar e normalizar os diversos dados para conseguir fazer um “procv” para no final gerar uma outra planilha Excel com gráficos e alguns KPIs? 

E será que você, ao gerar estes KPIs percebeu minutos antes de sua apresentação com a alta diretora que algum Excel ou sistema foi esquecido ou não foi trabalhado corretamente?

Pois bem, se você foi audacioso e apresentou estes KPIs, quem será o responsável por estes números apresentados?  Qual o risco de apresentar estes números e a empresa tomar decisões distorcidas ou mesmo equivocadas?

O responsável será você que teve a iniciativa de consolidar estes dados e gerar “números para fazer a gestão”? Será responsabilidade dos donos dos sistemas e/ou planilhas que não possuem os dados normalizados? Aliás existe um dono? Ou será o responsável o gerente da área que utiliza estes sistemas/planilhas? Pior… será daquele atendente que cadastra os dados e “faz o que pode” com o sistema que tem?

Já tive conhecimento de casos de empresas serem processadas porque o atendente alterou o nome da pessoa, colocando palavras de baixo calão no meio do nome, também já presenciei reuniões que diretores de área afirmam que todos os dados estão corretos e após um processo da Data Quality evidenciamos que apenas 40% da base era válida. Já vi empresas gastarem pequenas fortunas em atualização de bases de dados sendo que em sua própria empresa, nos departamentos adjacentes, já coletavam estes dados, infelizmente já presenciei uma extraordinária gerente de BI se demitir em uma reunião de comitê executivo pois seus dashboards foram criticados pois o dado não era confiável e seu trabalho foi questionado. A culpa é do dashboard de BI?

Enfim não vejo como uma empresa sobreviver a médio/longo prazo se não adotar uma postura de Data Driven, ou seja, ser de fato orientada a dados e para isso mudanças são necessárias, elenco 10:

1 – Entenda todos os canais de coleta ( sistemas legados, planilhas, e-mails, WhatsApp, mídias sociais, etc.);

2- Catalogue seus dados, entenda quais dados são coletados por cada um dos canais de coleta;

3- Entenda quais departamentos utilizam os dados e o motivo pelo uso do dado;

4- Tipografe eles, entendam se são dados pessoais ou sensíveis, se possui informação de menores de idade – temos uma regulamentação que entrará em vigor em poucos meses, a tão temida, esperada e questionada LGPD;

5- Faça um macro fluxo da jornada do dado – desde sua coleta até seu fim, entenda se compartilha com algum parceiro ou fornecedor;

6- Tenha um processo maduro de Data Quality, saiba se aqueles telefones, e-mails , endereços  que existem são realmente válidos, corrija nomes que possuam palavras de baixo calão, deixe tudo normalizado (caixa alta ou caixa baixa, nomes abreviados ou não, etc.);

7-Faça a taxonomia de seus dicionários de dados;

8-Centralize estes dados em uma base de dados única (Data Lake, MDM, Data Staging, etc.), reduza os silos de dados.

9-Tenha uma gestão de acesso aos dados apenas a quem realmente precisa e o mais importante, audite;

10- Acabe com o passivo de dados – Desconsiderem dados não utilizados ou coletados sem uma finalidade ou base legal (LGPD).

Depois disso, ai sim, crie KPIs… faça uma gestão voltada a dados, tenha números a apresentar. Soluções de Data Quality e criação de VUC (Visão Única) há algumas no mercado, todas com suas particularidades com seus pontos fracos e pontos fortes, estou há pouco mais de 12 anos focada em gestão e governança de dados e devido a esta experiencia e vivência contribui na criação de uma plataforma de centralização de dados, higienização (Data Quality), geração de visão única do cliente e data visualization. Quer falar um pouco mais a respeito e conhecer nossa plataforma “Data Orquestrador”? Me chame para um café que falamos deste mundo encantado de dados! Arthur Guitarrari – arthur.guitarrari@smdata.com.br – 11 99604-8508